kryon blog * Aprender com a Nova Energia

Querido Ser Humano,… tu és a Esperança do Planeta Terra!

Canalização de Kryon – Lisboa 19-03-2011

Posted by adrianocarvalho61 em 12, Setembro, 2011

"Kryon em LISBOA - dia1"

” Lee Carrol (traduzido para lingua portuguesa) “

Sabado, 19 Março 2011

Canalização ao vivo

Áudio Apresentado em Inglês com
Tradução simultânea para Português

[audio http://www.kryonportugues.com/files/audio/Lisbon Day One (F).mp3 ]

Picar no botão play para escutar o áudio e participar na reunião
DOWNLOAD mp3 AQUI com-o-botão-direito guardar-destino-como

CANALIZAÇÃO AO VIVO DE KRYON – O texto desta canalização ao vivo foi  traduzid0 e transcrito por Adriano Carvalho:

Saudações meus queridos. Eu sou Kryon do Serviço Magnético. Podem sentar-se e celebrar o
momento em que estão aqui? Eu não quero dizer nesta sala, eu quero dizer na
Terra. Conseguem sentar-se e ver um plano maior? Que talvez haja uma razão que
vos tenha trazido a esta cadeira. Talvez possa ser para que estejam sentados
por um momento com a família, com aqueles à vossa volta que pensam que conhecem
e que nunca encontraram. Talvez tudo isto seja diferente do que pensam. Talvez
esta seja uma reunião de família de velhas almas de há muito tempo. Tipicamente
não há prova nenhuma, só há aquilo que é intuitivo e aquilo que é intuitivo
está a começar a ser a energia de hoje. É o motor do discernimento no ser
humano que vos dirá se isto está certo ou não, se é real ou não. Sentem-se por
um momento e sintam aquilo que está à vossa volta pois trouxemo-vos para um
lugar seguro. Não há nada escuro a tocar-vos, não há maldade que invada este
espaço. Por um momento envolveremos a audiência com amor como uma sopa espessa
e convidamo-vos a prová-la. Saibam que o que é apresentado aqui é certo e real.
Eu gostaria de mostrar-vos um plano maior de quem vocês são e onde vocês
estiveram pois daria credibilidade à razão do porquê estarem aqui e tudo aquilo
porque passaram. Mas tudo o que posso fazer é falar e dizer-vos o que é verdade.
Alguns de vocês usarão a vossa intuição e saberão que o que eu digo está certo
e alguns de vocês simplesmente se questionarão. Eu quero recuar 26 000 anos, e
rapidamente perdemos a credibilidade do canal, pois haverá aqueles que dirão
que não havia civilização conhecida nesse tempo e em verdade ninguém sabe coisa
alguma sobre a humanidade nesses tempos mas no entanto gostaria de dizer-vos
que alguns de vocês estavam lá nesse tempo e vocês sabem que estavam, isso
faz-se sentir no vosso ADN, é parte de quem vocês são e sentem a sabedoria dos
anciãos a baixar sobre vocês e isto é a parte de vocês que é a vossa parte de
Lemurianos, uma das primeiras grandiosas civilizações do planeta, uma das que
mais durou, uma das mais profundas. E os historiadores não têm qualquer registo
disto, eles não acreditam e não há provas disto, algo de tão antigo que eu relembro
ao historiadores que poderá ter desaparecido ou estar enterrado. Há forças
geológicas que hoje vêm na Terra, que mudaram tudo isto. E é bem possível que
isto nunca seja provado e no entanto eu estou a mencioná-lo agora pois havia um
sistema de Deus em aliança com Gaia a energia da Terra. E alguns de vocês dirão
“é uma aliança interessante: a consciência humana estava aliada com Gaia”?
Sempre assim foi e sempre assim será. Observem os mais antigos sistemas de
crenças existentes no planeta. Há um amor imenso pela Terra, não há? E muitos
dos indígenas que estudaram, todos sabiam isto. Alguns de vocês dirão que
parece superstição. Não era. Era uma aliança com a energia do planeta. Há 26
000 anos havia um sistema. A Kundalini do planeta, o que equivale a dizer o
chakra cardíaco, aquele que responde àquilo que é sabedoria no planeta foi
colocado na Lemúria. 36 anos vão fazer-vos atravessar este alinhamento. Vocês
estão no fim deste ciclo de 26 000 anos. E esse evento da Kundalini, há tanto
tempo, só se mudou uma vez desde então, há 13 000 anos, o meio do ciclo do
alinhamento, a Kundalini do planeta mudou-se para o Tibete e Índia e esse
tornou-se aquele lugar sábio onde os livros foram guardados, onde os mais
sábios dos shamans sabiam do criador interior, eles sabiam disso, que era Gaia
o lugar mais sábio do planeta. E agora mudou-se outra vez. No processo de 36
anos irá mover-se para a ponta da América do Sul onde há o despertar do 33
definindo-o a numerologia como a paixão de Cristo. Há uma aliança entre Gaia e
vocês e não se teria mudado se alguma outra coisa não tivesse acontecido. O meu
parceiro falou-vos esta manhã do sistema dos Maias. Ele falou-vos do que eles
disseram no seu calendário que este alinhamento de 36 anos traria o potencial
da consciência mais desenvolvida que este planeta alguma vez viu, e velhas
almas, eu convido-vos a vê-lo comigo. Os humanos não vivem tanto tempo. Eles
vêm e vão. E o que se passa em ciclos mais longos perde-se na percepção humana.
Então deixem-me que vos lembre uma coisa. Se tivessem que informar alguém de
outro planeta sobre a natureza humana, como a descreveriam? Diriam que “nós
somos uma raça de doces e pacíficas criaturas, nós damo-nos muito bem, a nossa
história mostra-o”? Não me parece que diriam isto, pois não? Mas eu apenas
descrevi algo, ou apenas descrevi o que vocês dirão a essa mesma criatura no
futuro. Então venham comigo apenas há alguns anos atrás. No meu ponto de vista
apenas há alguns anos atrás, todos vocês, almas antigas, tinham caras
diferentes, muitos de vocês estavam aqui em Portugal, outros não estavam.
Deixem que vos fale sobre a natureza humana. A natureza humana separa. Durante
milhares de anos a natureza humana guerreou entre si, a natureza humana
agrupa-se em pequenos grupos e ergue barreiras de protecção. A natureza humana
conquista uns e outros. Durante milhares de anos exércitos a conquistar e
fronteiras a mudar. Eu estou a falar da Europa e da incrível história que está,
de guerra sobre guerra sobre guerra, lugares que destruíram e onde se construíram
novas cidades e que foram conquistadas há muito tempo. Essa é a natureza
humana. É interessante não é, que todos os países tenham tido fronteiras a
mudar-se várias vezes. Em Portugal isso não aconteceu. As mesmas fronteiras. É
como se este doce país fosse uma semente plantada. E foi. E agora deixem-me que
vos leve há cinquenta anos atrás, não há muito tempo, apenas cinquenta anos.
Tinham acabado de sair de outra guerra. Não muitos anos tinham passado desde
que estiveram em guerra uns com os outros e algo aconteceu. E isto tem um
significado, pois começou aqui na Europa com velhas almas sábias que sabiam o
que estaria para acontecer. Bem antes do alinhamento de que falamos, muito
antes do conhecimento de 2012 há meio século atrás, velhas almas sábias reuniram-se
e disseram isto: o que é que permitiria mudar o paradigma da guerra? Será
possível erradicá-la para sempre, com mais de 1000 anos de história de guerras,
será possível erradicá-las para sempre? Eles eram Lemurianos cada um deles e
eis o que eles propuseram: vamos reunir o maior número de países que pudermos,
vamos pô-los de acordo com um plano que dure muito tempo onde poderíamos ter
uma união de países, eventualmente poderíamos ter uma situação onde realmente
não houvesse fronteiras pelo menos aquelas onde não houvesse a necessidade de
controlar a identidade de cada pessoa que viajasse, vamos organizar trocas
comerciais conjuntamente, vamos ter um sistema financeiro que seja tão vivo que
torne impossível voltar a ter guerra. Eventualmente até poderíamos ter a mesma
moeda. Podem imaginar, queridos europeus, queridos familiares, podem imaginar o
quanto se riram deles? Conseguem ouvir aqueles que nos parlamentos diziam: O
quê? Desistir da mossa moeda? Isso é ridículo. Agora eu trago-vos para hoje. E
quero que olhem à vossa volta. Resultou. É claro que não aconteceu sem
problemas. Mas deixem que vos diga o que foi descoberto. Em antecipação a uma
nova consciência humana neste planeta a ideia de unificação em vez de
separação, foi implementada. E agora têm a moeda mais forte da Terra, e agora
têm mais nações a perguntar: podemos associarmo-nos? Pois todos vêm. Eles vêm a
força aqui. E aqui eu vos estou a dizer, querido ser humano, foi o começo de
tudo o que vocês estão a ver. Aconteceu aqui primeiro. Talvez com as sementes
plantadas em Portugal. O país que nunca mudou as suas fronteiras. O que é que
vocês plantaram? As sementes para a paz na Terra. Aqueles sábios Lemurianos que
conseguiram reunir tudo isto estavam certos. Mudou o paradigma não mudou? Do
protocolo entre países. É unido, é uma união e nunca mais voltarão a entrar em
guerra. Essa ideia não existe na mente dos jovens. Não há separação nem ensino
sobre a separação. Tudo desapareceu. Quantos de vocês se aperceberam disso? Da
mudança de paradigma que vocês criaram aqui? Agora deixem-me levá-los a algo
mais recente. Sabem o que o cenário do Armageddon realmente era? Um potencial
de guerra entre dois países, os Estados Unidos da América e a União Soviética e
os seniores nesta sala sabem o quão potente isso foi. Quão perto esteve.
Cinquenta anos disso e tudo ruiu num mês. Tudo o que foi preciso foi um mês e a
União Soviética desapareceu. E se perguntarem a esses Russos o que aconteceu
eles dirão que “não temos ideia nenhuma do que aconteceu. Ficamos sem dinheiro,
o governo caíu”. Meus queridos procurem essa profecia no livro das Revelações.
Não está lá. Procurem esta profecia nos escritos de Nostradamus. Não está lá.
Procurem esta profecia em todos os calendários indígenas. Não está lá. O que é
que vocês fizeram? Continua. Não só unificaram a Europa como desarmaram aquilo
que seria o Armageddon. E entretanto aquilo que seria um ponto de decisão no
planeta que nunca teria passado 2012. Sabiam disto? Têm a noção disto? Está
tudo aqui para vocês verem. Para onde vai? O que se está a passar? E deixem-me
levar-vos mais alguns anos para trás. Olhem à volta da Terra. Quantos ditadores
vocês deixaram ficar? E daqueles que vocês deixaram ficar há lá problemas
nesses países? Quase em todos eles. E no entanto houve um tempo em que na
América do Sul só havia ditadores desde a Colômbia até ao fundo na Patagónia.
Todos ditadores. Com uma história de morticínios. De ganância, de tragédia. E
eles desapareceram. O que é que aconteceu ali? Só restou um em todo o continente.
Aconteceu demasiado devagar para vos permitir vê-lo? Talvez tenha. Talvez
precisem de olhar para as notícias, talvez precisem de olhar para o Egipto,
talvez precisem de olhar para a Líbia, talvez precisem de olhar para a Arábia,
talvez precisem de ver o que a consciência humana está a fazer. Estão a
livrar-se daquilo que não é apropriado para a Nova Energia na Terra. Eles
querem ter uma voz nas decisões sobre as suas vidas. Eles querem ter os
recursos dos seus países partilhados entre eles pois eles estão ali como
cidadãos donos desses recursos. Eles querem uma aliança com Gaia. Estão
cansados de lhes dizerem quem eles são e o que eles podem fazer. Já repararam
que há quase vinte anos numa cadeira como esta eu disse estas palavras: “virá
um dia em que toda a gente poderá falar com toda a gente e então não poderá haver
mais conspirações” e isso acabou de acontecer. Não temam aquilo que vocês
chamam Internet pois isto foi previsto. Uma rede social que permitiria que
milhões de pessoas se vissem umas às outras não através do filtro das
fronteiras de um país, mas cara a cara, de ser humano para ser humano onde
poderão falar sobre as suas famílias e as suas vidas, milhões, de diferentes
tipos de cidadãos de diferentes países, diferentes culturas. E está aqui. Olhem
para o que está a fazer-se. Olhem para o protocolo que os jovens estabeleceram.
Olhem para a mudança de consciência de que alguns ainda têm medo. O que é que
pensam que aconteceu no Egipto? Como é que pode haver uma revolução sem um
líder? Sem uma plataforma política? Sem tudo aquilo a que estavam habituados numa
revolução? Ao invés vocês tiveram uma consciência conduzindo um evento
político. Foi a primeira vez que vocês viram isto. Não será a última. E isso é
o que acontece hoje. Falámo-vos há 22 anos atrás acerca da incrível mudança
climática que está a acontecer agora. Falámo-vos da mudança magnética do
planeta e ela aconteceu. Explicamos que a mudança magnética do planeta
afectaria o vosso ADN e ela fá-lo. Essa é uma das razões pelas quais vocês vêm
uma mudança de consciência. Dissemo-vos para esperarem uma mudança no que
chamamos o ciclo da água e ela está aqui. Dissemos-vos que veriam crescer
plantas em sítios onde nunca tinham crescido e dissemo-vos que haveria lugares
onde sempre cresceram plantas que nunca mais lá crescerão. Aqueles que estudam
o clima sabem exactamente aquilo de que eu estou a falar. Uma mudança profunda
no ciclo da água e na temperatura do planeta. Eu disse-vos que vocês estão num
ciclo de arrefecimento e não num ciclo de aquecimento. E se os humanos tivessem
vivido mais teriam recordado isso mesmo. O núcleo dos gelos e os anéis das
árvores falarão desse ciclo se olharem para eles. Primeiro aquece depois
arrefece. Há uma razão pela qual Gaia está a fazer isto. E essa razão não está
nos lábios de cientista algum, em parte nenhuma. E então eu vou continuar a
gravar aqui neste palco. Vocês estão a olhar para o que Gaia faz para refrescar
o ciclo de vida do planeta através da temperatura do oceano. Mais peixe e não
menos peixe. E actualmente a reescrita de um protocolo, a mudança do protocolo
do ciclo de vida no oceano está convosco. E lentamente as provas revelar-se-ão.
Haverá sítios com demasiado peixe onde vocês pensavam que não havia nenhum.
Estejam atentos a isso. Os pólos estão a fundir lentamente e a distribuição do
peso da água dos pólos pelos oceanos coloca pressão na crosta terrestre e o
resultado são terramotos e actividade vulcânica. Este é o ano, este é o ano
para isso. Nós dissemo-vos isso antes. 2011 é um 4 e é o ano de Gaia.
Numerologicamente vocês poderiam ter sabido quais os meses que seriam um
problema. O mês do 3 é um mês catalisador, um catalisador é algo que cria alguma
coisa de uma outra coisa. O que é que este mês vai criar na Terra? Oh sábias
velhas almas sabeis que há razões para todas as coisas, não sabeis? Então o que
achais que este mês vai criar no planeta Terra? Talvez e só talvez vocês
finalmente virem os vossos olhos para uma nova forma de criarem electricidade.
Sabiam que podem alimentar em energia todo Portugal? Com aquilo que é vosso
gratuitamente, de uma forma completamente segura, centenas de milhares de
toneladas de energia puxa/empurra de uma forma regular naturalmente
temporizada, não muito longe daqui, chamada oceano. Sabiam disso? Talvez a Lua
vos fosse dada por isso. Já tinham pensado nisso? Pois ela cria as marés e
convida-vos a usá-las. Energia livre. Sempre lá dia e noite. Tão potente. A
convidar-vos a utilizá-la. É segura, não suja o ar, faz parte da aliança de
Gaia convosco. Talvez este mês crie esta consciência no planeta. Já pensaram
nisso? Estejam atentos para o que o 5º mês poderá fazer. Numerologicamente o 5
é mudança e é o ano de Gaia. Então haverá coisas pelas quais procurar. Há uma
mudança acontecendo, não só da natureza humana mas também do clima. E haverá
aqueles que se sentarão e dirão “Eu tenho medo da mudança” não compreendendo
nada daquilo para o qual estão a olhar. Sementes estão a ser plantadas para a
paz na Terra. Já vos dei a história, falei-vos de eventos actuais, então agora
vamos dar algumas previsões. O Espírito não pode dar-vos o futuro. Só
potencialmente o que lá poderá estar, baseado na energia do agora e do que está
a passar-se à volta de toda a Terra. Poderemos dar-vos previsões. Então eu vou
dar-vos algumas. E há medida que elas acontecerem vocês podem lembrar-se onde
as ouviram. E talvez nessa hora vocês possam dar uma nova olhadela ao que se
passou nesta sala e possam reconsiderar isso, aquilo que deitaram fora hoje.
Reparem nessas coisas. Número 1: A China deixará cair a sua aliança com a
Coreia do Norte e vocês começam a ver os rumores disso agora. A China a
reconsiderar alianças políticas, embora o Ocidente não o veja; existem rumores
políticos no âmago do governo chinês, a começar a ver como as alianças com o
Ocidente funcionam e como melhorá-las. O último desafio para um regime
comunista é a aceitação dos caminhos do Ocidente. E o que pensam vocês da China
na generalidade? Vamos ver o que em 50 anos a levou lá. Alguma vez esperaram
que ela se tornaria o banco dos Estados Unidos? No entanto é o que é hoje. O
que é que se está a passar? Os protocolos estão a mudar. E essas coisas que
acreditavam que estavam cheias de luta são sementes plantadas. Deixem dar-vos
uma outra previsão. Já mencionei isto três vezes num palco, mas nunca aqui.
Neste momento algo está a acontecer no Brasil. Um dos maiores países da América
do Sul teve uma ideia. Sabem, o Brasil tem muitos recursos. Tem muita indústria
de alta tecnologia e teve uma ideia. Há um grupo de velhas almas lá neste
momento. Eles não se reúnem publicamente. Eles reúnem-se em privado. Nós
chamamos-lhes os capitães da indústria. Eles ficariam muito alarmados se
ouvissem esta canalização. Porque ninguém é suposto saber. Então não diremos os
seus nomes e assim não haverá quebra de confiança. Mas eu posso dizer-vos o que
eles estão a fazer. Eles têm uma ideia. E se pudéssemos pegar em todos os
países da América do Sul, todo e qualquer país e criássemos um continente
unificado e não tivéssemos que parar entre as fronteiras e talvez dentro de 50
anos pudéssemos ter a mesma moeda. A Comunidade Unida da América do Sul. E está
a acontecer agora. E talvez vivam para ver isso. E quando o virem compreenderão
o que eles farão? Eles estão a copiar-vos. Porque vocês estabeleceram o modelo,
vocês pegaram naquilo que foram guerras durante milhares de anos e pararam-nas.
E eles querem a mesma coisa. Eles querem a mesma coisa que vocês têm. E não
serão os únicos. Pois eu digo-vos que depois disso, talvez vocês não vivam para
o ver, mas vocês estarão na Terra. Vocês compreendem o que eu vos estou a dizer?
Velhas almas continuarão a regressar e quando o fizerem verão a África unida.
Uma das maiores e mais poderosas economias do planeta sairá de um continente
curado chamado África. E começou aqui. Vocês estabeleceram o modelo. Vocês
montaram o palco. Mas eu ainda não acabei. Kryon deixaste de fora uma parte
importante da Terra. Deixaste de fora uma das partes que mais problemas tem. O
Médio Oriente. Como é que poderemos juntar tudo? Então eu tenho uma outra
profecia baseada no que está a acontecer agora mesmo, consciências que estão a
desenvolver-se e discussões que estão a ser discutidas. Procurem um milagre na
Pérsia. É tudo o que poderemos dizer-vos. Ficaram chocados quando a União
Soviética caíu? Vocês disseram que isto não era algo que alguma vez alguém
esperou. Como é que pode acontecer que um dos países mais poderosos da Terra
pare? Então vocês viram o paradigma, não viram? Então procurem-no na Pérsia e
não fiquem chocados ou surpreendidos; eventualmente a paz no Médio Oriente não
virá do Ocidente virá da Pérsia. Se perguntarem à juventude desses países o que
ela quer, ela não vai responder “a morte para Israel”; esses jovens em vez
disso vão dizer-vos que querem a paz na região. Eles podem não gostar dos
israelitas mas eles querem a paz na região. Eles querem as suas próprias
escolas, os seus aeroportos, o seu próprio comércio, no seu leito de morte eles
querem dizer “eu quero os meus filhos em segurança” e não ter que preocupar-se
com toda a região a explodir e a matar-nos a todos, eu quero o que eles têm na
Europa. Estão a ver o que fizeram? Já alguma vez pensaram nisto? Eu sei onde
estou, eu sento-me no meio de uma revolução de paz, eu sento-me no meio da
unidade. Não é fácil reunir as coisas que nunca estiveram unidas antes, não é
fácil. Mas começou aqui. Eu quero que vejam o que vocês não são capazes de ver
e que eu consigo ver. Eu quero que vejam o quão antigos vocês são, como vocês
tem a sabedoria dos anciãos no vosso interior. Amanhã eu vou dar-vos uma lição
sobre o ADN. Eu vou apontar o que vocês trazem no vosso ADN. Entre outras
coisas, sabedoria. Coisas que vocês não esperam, velhas almas, coisas que foram
trazidas da Lemúria e que permitem esse tipo de sabedoria. A sabedoria que faz
dizer: eu não quero saber se demora 50 anos, vamos plantar as sementes agora.
Então eu vou acabar com isto: estão a pensar com 50 anos de avanço? Quando
falam com os vossos filhos sobre como as coisas funcionam estão a ensiná-los a
amar os que estão à vossa volta? Ensinam-lhes a tolerância que hoje está
presente e que antes nunca esteve. Estão a plantar sementes, sementes que os
Lemurianos compreendem. Isto é uma mudança de 36 anos. É um ponto de decisão do
planeta. E vocês, vocês há muito tempo que passaram do ponto de não retorno;
não à guerra não à destruição mas aquilo que é uma promessa. Vocês estão a
criar para vocês e para aqueles que virão depois de vocês, juntando as coisas e
não as separando mais. Deixem que a unidade seja a nova palavra. Vocês sabem
que já o começaram. Oh está na sua infância. Poderá demorar 100 anos mas começa
aqui. Começou aqui. Resultou aqui. Resultou tão bem aqui que as outras nações
querem o mesmo que vocês já têm. Talvez fosse um bom momento para relaxarem e
dizer “fizemos alguma coisa” a Terra está em melhor forma do que nós
pensávamos. Abençoados aqueles que lutaram contra os ditadores pois eles
eventualmente vencerão. Como todos os países ganharam. Um de cada vez. E depois
conseguem imaginar as reuniões, as reuniões do Norte e do Sul, Leste e
Ocidente? Contem com isso. A família está a reunir-se.

E assim é.

KRYON

———– Texto traduzido e transcrito por: Adriano Carvalho

Anúncios

Uma resposta to “Canalização de Kryon – Lisboa 19-03-2011”

  1. Cristina said

    Interessante

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: