kryon blog * Aprender com a Nova Energia

Querido Ser Humano,… tu és a Esperança do Planeta Terra!

Wo e a mina de sal da espiritualidade!

Posted by oliveiros.kr em 9, Maio, 2016

Saudações meus queridos, eu sou Kryon do serviço magnético.
Fazemos silencio por um momento.

Há aqui muitos que ainda não experienciaram este tipo de canalização, antes.  E mesmo antes de começarmos é necessário discernimento; discernimento acerca de quem está falando.
Será possível que um ser humano possa passar através do véu e faça isto?
Literalmente, afastar-se para o lado permitindo que o Espírito venha com uma mensagem.
Aqui todos têm liberdade de escolher. Pedimos para discernirem a doçura, suavidade e amor, para saiber que o Espírito está apaixonado pela humanidade e que esta é uma mensagem real.
A Voz é a do meu parceiro, mas aquilo que ouvem (ou estão a ler) são pensamentos vindos do Grande Sol Central.
Esta é uma expressão que usamos para indicar a la Energia Criadora que é Deus.

vou contar uma curta historia, mas primeiro apresentarei algo para aqueles que não estão aqui, porque existem aqueles que estão apenas escutando(ou lendo) que não estão presentes, ainda.
Há 250 almas na sala; chegaram através de um túnel num comboio, a uma ampla caverna de sal. Sentam-se em cadeiras normais e respiram aquilo que é o ar curador desta mina de sal.
Para aqueles que não estão aqui, é difícil de descrever como podes estar numa caverna e no entanto ao respirar profundamente é como se estivesses no exterior ao ar livre em céu aberto.
Este lugar é fresco bonito, e é o cenário em que vamos dar uma parábola.

Como em muitas parábolas, vamos a usar a um homem chamado Wo. Ele não é realmente um homem.  Poderia ser de ambos os géneros, porque na língua inglesa WO é um WO-Man (woman = mulher). Mas neste caso particular, trata-se de um homem.

O Título desta curta parábola é: “Wo e a mina de sal da espiritualidade.”

Wo era um homem espiritual e ele conhecia Deus, e tal como aqueles que o rodeavam ele adorava e reverenciava Deus. Sentia o amor de Deus na sua vida, e através disto ele fez um convite para ser visitado por um anjo.
Lembrem-se que tudo o que se segue é uma metáfora; uma parábola. Tudo significa alguma outra coisa.
O anjo chegou até Wo e disse: “Hoje tens um previlégio: podes visitar aquilo que é a tua alma. E a metáfora disto é que vais entrar num túnel, e chegarás a uma caverna ampla, de modo que estarás afastado da Terra; onde não haverá qualquer som para interromper a tua consciência.
E ali nesta mina de sal vais encontrar-te com a tua alma. Não terás tanto como uma reunião senão que terás mais a capacidade de observar. Verás quem tu és.”

“Porque é uma mina de sal?” – disse ele – e o anjo desapareceu. Essa era a sua questão – mais tarde ele soube.
Foi-lhe mostrado onde era o túnel e ele caminhou aproximadamente uma hora até chegar a uma caverna bem iluminada e no meio da qual estava a sua alma. Ora bem: ela não estava ativa, não ia falar com ele, era mais como uma estátua de modo a que pudesse ver quem ele era.
Ora bem, é interessante o modo como os humanos fazem as coisas. A tua alma pode olhar de qualquer da maneira que queira olhar, enquanto que o ser humano é linear, e um ser humano realmente não viu coisas multidimensionais.
Por exemplo, o anjo que falou para ele estava na forma de uma bonita mulher. Uma mulher com a energia de mãe una mulher com energia materna e com a divindade de um xamã. Agora, meus queridos, para assegurar sabes… Os Anjos não se parecem assim.

anjo, esfera de energia rotativa

Os anjos são como esferas, multidimensionais, de luz e energia, girando. Translucidas, transparentes e bonitas.
Mas essa não é a maneira como os humanos as veriam, porque um humano interpretaria essa multidimensionalidade e na sua mente criaria algo bonito e seguro o que seja linear e que ele possa entender e compreender.

Wo estava olhando para a sua alma: “Uma estátua gigante, é tão sábia quanto grande. Toda feita de sal.”
Ele olhou para ela e a fez com que ela fosse parecida consigo mesmo, porque era isso que ele esperava.
Wo nunca poderia ver realmente a sua alma. Mas recordem, isto é uma metáfora!
Era sal. Era sal porque lhe disseram que seria.
Disseram-lhe que ele era vulgar e ordinário como o sal.
Disseram-lhe que ele era o pó da terra e que a ele regressaria.
Portanto ele era de sal.

Wo estava admirando a beleza da estátua: era talhada de forma refinada e bela.
Ele estava quase pronto para sair dali quando ouviu a voz do anjo.
“Wo, é com libre arbitrio que te digo isto: Tu tens liberdade para veres a verdade ou não”

E Wo disse – Queres dizer que há mais para ver para além do sal?: “¿Quieres decir que hay algo más que sal para ver?”
E o anjo disse – Isso depende de ti.
Wo olhou mais de perto e viu que algo brilhava por baixo do sal. Olhou de mais perto para ver e apercebeu-se que o sal era apenas pó de sal.
Com as suas mãos começou a retirar o pó, e por um momento afastou-se para trás assustado, porque aquilo que ele viu era ouro.
O Ouro não pertencia a uma mina de sal!
Isso não estava correcto, quase como um oxímoro, uma contradição, uma coisa contra-intuitiva.
O único ouro que ele tinha alguma vez visto, estava na sua igreja, e sempre representou Deus.
Os Xamãs, os lideres, todos eles na sua vida lhe haviam dito que ele era sal.
O que estava Deus fazendo ali?
Quem é ele?
“Tens voz?”
“Fala?”

Silêncio Total.

Ele limpou e retirou mais pó.
Trabalhou durante muito tempo e tornou visivel uma estátua de ouro, e ficou ali admirado.

“Anjo, se estás aí fala comigo! Quem é este, realmente?”
e o anjo falou para ele:
“Wo, uma vez que fazes a pergunta, posso responder-te”

“Wo esta é a tua alma. É eterna, como Deus. Tu és parte de Deus, e és tu.
Olha bem para ela e sorri e sente que és tu.
Incha de autoestima e reconhece que és tu mesmo… e que nunca foi sal.”

“Wo, é assim que Deus te vê, como parte da Fonte Criativa.
Wo, olha para as coisas ao refor da estátua, há ainda mais do que aquilo que pensavas. Há ferramentas de ouro junto da estátua. E elas têm nomes: Vida Longa; Alegria; Sensibilidade; Saúde…”

Vamos parar neste ponto, porque o ouro da estátua da alma de Wo é eterno, nunca termina, tal como a tua alma, não tem começo, tal como a tua alma. é vista por Deus como sendo parte da Criação, tal como a tua alma…
A história não tem final, na realidade não tem começo, e Wo vai admirar a sua alma para sempre, tal como te pedimos para fazeres.
Podes ver isto desta maneira?
Quando saires daqui és ouro ou és sal?
Essa é a pergunta do dia.
Eu sei a resposta… porque eu vejo o ouro em todos vós.
E assim é.
~KRYON, “Wo e a mina de sal da espiritualidade” mensagem dada em Berchtesgaden – ALEMANHA no dia 29 de abril de 2016.
Tradução livre de Oliveiros Costa

Fonte audio original- esta canalização aparece aos 42:43 min:

Picar no play para escutar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: